Menu fechado

Por Priscila C. T. G. Gioso

1 Médico(a) Veterinário(a) autônomo(a); 2 Residente do Programa de Cardiologia e Doenças Respiratórias da UFRRJ;

Na crise, desarme-se!

Ser mais flexível nesse momento de crise é essencial

A maioria das pessoas achava que a pandemia do Coronavírus já estaria controlada em 2021, mas, infelizmente, percebe-se que ela está longe do fim e esse ano será ainda de muitas adaptações e luta. O setor pet, considerado essencial por cuidar de vidas, tem seu funcionamento assegurado, mas cadê o cliente?

Esse consumidor cansado, cheio de medo, estressado e sem dinheiro é o que temos pela frente pelos próximos meses, talvez anos. Como lidar com isso? No começo da pandemia muitos veterinários tiveram um aumento significativo do faturamento, visto que as pessoas em casa viam mais problemas que antes não reparavam, pela rotina do dia a dia que tinham. E agora, depois de tantos meses?

Seja bem-vindo(a) leitor(a)!
Ainda não é assinante?

Assine agora e tenha acesso ilimitado a todas as materias de todas as edições da revista Medicina Veterinária em Foco!

Assinar